HOME                    À CONVERSA COM                  O LIVRO                  AO QUILÓMETRO TAL                 ARQUIVO                 

Bem-vinda Primavera!


fotografias e edição por Ana Morais

Finalmente chegou a Primavera, e a forma de a celebrar foi ir ao Mercado da Ribeira, aproveitar o sol do sábado de manhã. Nunca lá tinha ido à hora em que tudo acontece, e o ambiente é cativante!


A luz, as cores, texturas. As pessoas, os sorrisos, a ligeireza; que manhã deliciosa! Confesso-me apaixonada por todos estes aspectos, talvez daí ter sentido toda a envolvência de forma mais intensificada. 

Fui com a intensão de fotografar o que me fosse possível, essencialmente texturas e cores dos legumes e frutas alinhados nas bancas e das flores amontoadas em vasilhame! Mas acabei por descurar a fotografia em prol das pessoas, pois em cada banca havia uma história para contar e eu fui com tempo para ouvir tudo. Descobri flores e legumes, conheci pessoas de bondade e simpatia contagiantes e, ao voltar para casa, sentia-me inundada por uma energia tão agradável.

fotografias e edição por Ana Morais

fotografia e edição por Ana Morais

Trouxe a caixa cheia do que é fresco e bonito, e de coração cheio com tantas histórias para contar. 

Conheci a arte de quem continua a lutar pela cultura e pela criatividade em Portugal, e a Lis Gonçalves foi uma delas! Atraìram-me as cores dispostas nas suas pinturas e acabamos a trocar contactos. Para além da simpatia e simplicidade, adorei a arte dela. Aconselho a conhecerem :)

E como não podia deixar de ser, o meu cabelo trouxe-me mais uma situação caricata, para além da típica reação de se dirigirem a mim em inglês.
Logo pela manhã, avistei uma menina muito linda de carapinha loira, olhos claros, gabardine amarela e ténis All-Star vermelhas. Não devia ter mais de 5 anos. Era impossível não reparar naquela pequenina, que acompanhava o pai nas suas compras. Durante a manhã fomos-nos cruzando, de vez em quando, entre bancas e quando, a certa altura, me aproximava da que tinha livros, ela e o pai coincidentemente também ali pararam. 
" —Olha pai, esta é a menina que eu te disse de cabelo laranja!" Perante o meu olhar surpreendido "—Pois filha, tinhas dito qualquer coisa sobre isso, mas eu não tinha reparado."
" — Estás a ver pai como é bonita a menina? A menina do cabelo laranja!" - a olhar para mim. 
Mas poderia ser mais adorável esta criança? - pensei. "—Tu é que és linda querida!", respondi-lhe  "—És uma menina muito querida e única!"
E ficamos ali as duas envergonhadas a olhar uma para a outra, a sorrir, até nos despedimos. 

Vim de coração cheio. 

fotografias e edição por Ana Morais

fotografias e edição por Ana Morais

fotografias e edição por Ana Morais


2 comentários:

  1. Pena que ainda não é possível cheirar através do ecrã!! Fotografias deliciosas!

    ResponderEliminar
  2. Obrigada querida <3 As flores eram de facto mesmo muito lindas e cheirosas, adoro o campo e à falta do mesmo, adoro estufas, floristas, e afins...tudo que nos possa trazer mais do belo destas pequenas maravilhas ;) <3

    ResponderEliminar